1

Algas na alimentação: como incluir este superalimento

Muitas algas, ou ervas marinhas, fazem parte das PANC’s (plantas alimentícias não convencionais) e quem já está habituado com a culinária japonesa já deve ter provado muitas algas comestíveis.

Ao contrário do que se imagina, as algas têm pouco sal, além de serem pobres em calorias e gorduras. Menos de 6% do peso da alga seca é gordura e 50% dessa gordura é ômega 3 e 6. 

As algas podem muitas vezes serem usadas como suplementos ou até mesmo alimentos substitutos para quem escolhe uma vida vegetariana ou vegana. O motivo? Umas possuem até 14 vezes mais cálcio que o leite animal. Outras, são fontes de proteínas.

Além disso, todas possuem iodo, que ajuda a regular a tireoide. Além de garantirem a sensação de saciedade, ajudando a emagrecer.

Incluir as algas na alimentação é fácil, muitas são vendidas prontas para consumir, outras precisam apenas de cozimento rápido (na maioria ao vapor) e para quem tem dificuldades em incluir alimentos diferentes na alimentação, não se preocupe: elas podem ser encontradas em pó ou até cápsulas.

 

A importância das algas

As algas são utilizadas nos mais diferentes setores da economia mundial.

São ricas em proteínas, sais minerais e vitaminas do complexo B, além de prevenirem doenças. Muitas espécies podem ser utilizadas como adubo natural ou servir de matéria-prima para a fabricação de fertilizantes para uso agrícola.

Algumas algas verdes unicelulares são eficazes no tratamento do esgoto, promovendo a decomposição aeróbica de resíduos orgânicos.

 

Benefícios das microalgas para a saúde

Além de serem essenciais para o equilíbrio do ecossistema, os benefícios das algas também têm extrema importância para a saúde humana. Confira:

  • Regulam o metabolismo;
  • Aumentam a imunidade;
  • Desintoxicam o organismo;
  • Melhoram as funções cerebrais e físicas;
  • Melhoram a saúde do coração;
  • Protegem o estômago contra gastrite e úlcera gástrica;
  • São indicadas no tratamento de obesidade.

As algas possuem níveis de produtividade muito superior a outros alimentos. 

Elas requerem 300 vezes menos terra do que a agricultura convencional, 50 vezes menos água e energia do que a indústria de proteína animal e ainda produzem quatro vezes mais oxigênio para o planeta!

Além disso, elas são alimentos de qualidade nutricional avançada. Não estamos falando em fármacos ou em um produto de uso temporário, mas sim de superfoods!

Alguns tipos de algas

 

Chlorella 

A alga Chlorella é cultivada em água doce além de ser uma rica fonte de proteínas, podendo ser consumida em forma de tabletes, cápsulas ou em pó.

Esta alga possui o mais alto índice conhecido de clorofila. Além disso, assume um papel importante para vegetarianos, por exemplo, pois é fonte proteica e de vitamina B12.

A Chlorella ajuda a desintoxicar o organismo, pois protege o corpo de metais pesados como o mercúrio e chumbo, podendo também reduzir os efeitos secundários de tratamentos de radioterapia.

Fortalece nosso sistema imunitário, melhora a flora intestinal e auxilia no processo digestivo. O suplemento ainda traz benefícios em casos de doenças como hipertensão, diabetes, asma, entre outros.

 

Espirulina (Spirulina)

A Spirulina também, designada de “alga azul” e cultivada em água salgada, é uma cianobactéria, isto é, micro-organismos que se alimentam por meio da fotossíntese.

Possui uma grande riqueza de proteínas, vitaminas e minerais. É ideal para completar a alimentação com aminoácidos essenciais que podem estar em falta em pessoas com alimentação vegetariana ou com má alimentação.

Pelo fato de ser antioxidante e anti-inflamatória, pode beneficiar qualquer parte do corpo.

Comestíveis ou em forma de suplemento, as algas são uma excelente opção para agregar inúmeros benefícios à saúde.

 

Nori: a alga do sushi

Sabe aquela folha verde escura, quase preta, que envolve os rolinhos de sushi? Essa é a alga nori, um dos tipos mais consumidos no Japão.

Ela é, na realidade, um aglomerado de várias espécies de algas, que, depois de prensadas, resultam em folhas finas como papel.

É rica em cálcio e fibras, o que contribui para a saúde dos ossos e também auxilia a combater a obesidade (as fibras ajudam na sensação de saciedade). Pode ser usada para o preparo não apenas dos sushis, mas também de temakis, cortadas e servidas sobre saladas e macarrão oriental ou ainda como snack.

 

Ágar-ágar (kanten): a gelatina vegetal

Esta alga é um coringa nas dietas vegetarianas e veganas r também muito conhecida.

Ela atua como um gelificante natural. Ou seja, dá para fazer gelatinas de salgadas e doces, pois ela tem uma particularidade: endurecer em temperatura ambiente, sem a necessidade de levar à geladeira.

Além do uso na gastronomia, essa alga também é vendida em cápsulas, como suplemento, e entra como ingrediente de uma série de cosméticos e máscaras de beleza. É rica em minerais e vitaminas e atribuem-se a ela propriedades desintoxicantes, hidratantes da pele (contribui para a vitalidade) e também reguladoras do intestino, já que possui fibras.

 

Como incluir as algas na alimentação

Hoje no Brasil é possível ter acesso às algas em formatos variados como um suplemento da alimentação diária em cápsulas ou comprimidos.

Além disso, ao adquiri-las em formato de pó é possível fazer batidas, sopas ou sucos, incluindo a alga na alimentação.

Porém, para que todos os efeitos positivos sejam alcançados é preciso escolher corretamente.

Com a popularização da alga é fácil encontrar empresas que vendem Chlorella não verdadeira e que custa bem mais barato, mas não oferece todos os benefícios citados, pelo contrário, podem até prejudicar a saúde.

Esse não é o cenário ideal para quem deseja incluir as microalgas na rotina alimentar, não é mesmo?

Por isso é importante optar pela Chlorella da Taiwan Chlorella Manufacturing. A marca é pioneira no cultivo da microalga em grande escala e investe constantemente em testes para confirmar a eficácia dos seus produtos.

Tudo isso pode ser comprovado por meio de suas certificações e prêmios: a Taiwan é escolhida anualmente como a melhor marca de produtos de saúde na cidade desde 2010.

A Paversul é a única empresa autorizada a importar a Green Gem Chlorella no Brasil. Por isso, não prejudique sua saúde: consuma apenas a Chlorella e desfrute de todos os benefícios desta super alga.

Agora que você já sabe como incluir as algas na sua alimentação que tal aprender um pouco mais sobre elas? Preparamos um material com diversas perguntas e respostas sobre a Chlorella. Assim você pode tirar todas as suas dúvidas. Baixe agora, é gratuito!

Deixe um comentário