1

7 ideias para incentivar o consumo de alimentos naturais

De acordo com reportagem da Revista Veja, mais de 50% dos brasileiros estão acima do peso. Alguns dos principais vilões do ganho de peso e das complicações na saúde são a deficiência de nutrientes essenciais para o corpo e o baixo consumo de alimentos naturais.

Sabemos que alimentar-se de forma saudável também proporciona equilíbrio para o corpo. Quando estamos neste estado fica até mais fácil combater infecções e doenças, aumentando a imunidade.

Outro problema causado pela má alimentação é a diabetes, doença que também se encontra em ascensão no país.

Para conter estas doenças, a alimentação saudável deve ser colocada como pauta central, seja como um caminho para substituir de vez produtos industrializados e até mesmo para evitar seu uso constante logo nos primeiros anos de vida.

Pode ser difícil convencer as pessoas sobre as vantagens no consumo de alimentos naturais quando elas já estão acostumadas a ingerir comidas industrializadas. Como profissional da saúde e especialista no assunto, sua função ganha cada vez mais notoriedade nesse sentido. Você tem a importante missão de incentivar a ingestão consciente de alimentos!

Pensando nisso, trouxemos dicas importantes para te auxiliar a cumprir esse papel com mais assertividade. Quer entender como estimular uma alimentação mais saudável? Continue a leitura!

Por que estimular o consumo de alimentos naturais

Vivemos um momento histórico de falhas no cuidado com a saúde – e não é por falta de conhecimento.

A maioria das pessoas sabe o risco de consumir lanches e refeições baseadas em produtos industrializados, cheios de calorias e componentes químicos. No entanto, muitos ainda preferem este tipo de alimentação.

Qualquer pessoa que tenha o hábito de consumir fast food no lugar de alimentos naturais poderá sofrer com problemas crônicos, como hipertensão, diabetes e obesidade, desde cedo na vida.

Tenho certeza que você concorda que uma excelente forma de combater esses maus hábitos de vida é estimular a alimentação natural. Este não é só o papel de profissionais da área da saúde e nutrição. Os pais, familiares, escolas e a sociedade também podem ajudar.

1. Invista no seu marketing pessoal

Dependendo da sua área de atuação você pode se transformar em uma referência ao influenciar pessoas a aumentarem o consumo de alimentos naturais.

Especialistas como médicos, nutricionistas e educadores físicos, têm forte poder de influência sobre temas relacionados à sua área de atuação.

Por isso, é importante investir em estratégias de marketing pessoal e usá-las para incentivar as pessoas a comerem de forma mais saudável. Utilizar as redes sociais e até criar um blog pessoal pode ser uma maneira interessante de disseminar esse tipo de conteúdo de influência.

Esses canais são muito propícios para divulgar informações importantes relacionadas ao segmento de alimentação saudável.

Aproveite para educar pessoas próximas e mostrar como vale a pena abandonar o estilo de vida menos saudável, melhorando a alimentação. Seu conhecimento pode mudar velhos hábitos.

2. Trabalhe com conteúdo na internet

Sabia que muita gente procura dicas de dieta, alimentação e saúde na internet? Quem está tentando estimular o consumo de alimentos naturais precisa aproveitar a ascensão das tecnologias digitais.

Uma dica útil e simples de aplicar é compartilhar conteúdo online sobre o assunto.

Viu um artigo interessante falando sobre a alimentação natural? Compartilhe nas suas redes sociais.

Assim, seus clientes saberão mais sobre o assunto em um ambiente ao qual já estão acostumados.

Criar conteúdo próprio também é uma opção, mas uma situação não elimina a outra.

Mesmo que você escreva alguns posts ou produza vídeos sobre alimentação saudável ainda pode compartilhar o material de outros especialistas e até mesmo fazer parcerias para gerar conteúdos colaborativos. Isto mostra para seu público que sua fonte de informação é confiável e ainda amplia seus horizontes de conhecimento.

4. Promova eventos de degustação no seu estabelecimento

Acredite ou não, ainda existem pessoas que não consomem alimentos naturais ou orgânicos porque acham que não são tão saborosos.

Quem conhece esses produtos sabe: eles são tão bons ou até melhores que suas versões industrializadas. Não existe desculpa para deixar de consumi-los!

Por isso, uma excelente forma de conquistar novos clientes e mostrar a eles os benefícios desse tipo de alimento é por meio de eventos com degustação.

Assim que alguém experimentar seus excelentes produtos naturais pela primeira vez ficará convencido de que vale a pena investir em uma alimentação saudável.

Os eventos também são uma boa oportunidade para promover o marketing boca a boca de maneira significativa.

Muitas pessoas que comparecem a estas ações já são consumidores de alimentos naturais ou seus clientes.

Elas costumam levar parentes e amigos, fazendo com que mais pessoas conheçam os produtos naturais e como são deliciosos, além de benéficos. E nenhuma outra experiência será tão vantajosa como essa.

5. Promova parcerias com especialistas

Quando um desconhecido ou alguém do seu convívio fala que é preciso mudar os hábitos de vida e ter práticas mais saudáveis que incluem alimentação, as chances de uma pessoa alterar sua rotina alimentar são baixas.

Agora, se um especialista argumenta sobre o mesmo assunto dando sua opinião com conhecimento de causa, fica mais claro para as pessoas sobre a importância do consumo de alimentos naturais, não é mesmo?

Afinal de contas, é mais fácil confiar em profissionais que sabem do que estão falando. Por isso, os discursos de especialistas são essenciais para aumentar a consciência das pessoas em matéria de alimentação saudável.

Se você tem uma loja de produtos naturais pode formar parcerias com nutricionistas, terapeutas, profissionais da saúde, health coaches e assim por diante, a fim de promover palestras e workshops em conjunto.

E se você é um desses profissionais citados acima, também pode procurar empórios e lojas de produtos naturais para colaborar com seu conhecimento em iniciativas como esta.  

As parcerias são excelentes oportunidades de mostrar ao público em geral os benefícios de uma boa alimentação ainda mais quando quem fala domina o tema em questão.

É provável que ao ouvir um estudioso falar sobre alimentação saudável mais pessoas sejam estimuladas a terem hábitos de refeições e dietas ricas em nutrientes com mais qualidade de vida.

6. Mostre que é um estilo de vida

Comer alimentos naturais é mais que um simples hábito alimentar, é um estilo de vida. Pessoas possuem uma inclinação habitual a ver mais valor em produtos que estão relacionados ao seu estilo de vida.

Por exemplo, imagine praticantes de crossfit que buscam um condicionamento completo e têm um estilo de vida baseado na superação e nos desafios como motivação diária. Esses atletas são apaixonados pela prática da modalidade que ganha cada vez mais adeptos.

Além dos benefícios do crossfit para a saúde e bem-estar, ele é mais do que um treino tradicional: torna-se uma prática estimulante e promove padrões e comportamentos de vida mais saudáveis.

O mesmo acontece com o consumo de alimentos naturais. Ao introduzir alimentos mais saudáveis à dieta as pessoas, também passam a melhorar outros aspectos da sua vida.  

A tendência é ter hábitos mais saudáveis e passar a conviver com pessoas que tenham interesses similares.

Uma boa sugestão para estabelecer o consumo de alimentos naturais como um estilo de vida é promover a interação entre as pessoas que os adotam em sua rotina alimentar.

Um exemplo são os encontros para compartilhar dicas e dificuldades de quem está no caminho para uma alimentação mais saudável.

7. Foque na educação de crianças

As crianças da geração atual já crescem considerando a alimentação industrializada e extremamente processada como normal. Para muitos, estranho é ver vegetais crus no prato ou fazer uma refeição que contenha frutas.

Por isso, damos a dica de investir em campanhas de educação para crianças. Desde workshops com atividades infantis até visitas à escolas, tudo é válido.

Precisamos educar a nova geração para que esses pequenos tenham a chance de crescer e se tornarem adultos saudáveis.

Para melhorar ainda mais seu alcance com os pequenos você pode investir em produtos direcionados a eles. Alimentos saudáveis e naturais não precisam ter uma embalagem simples e séria. Porções menores, por exemplo, ajudam a difundir o consumo de alimentos naturais entre as crianças.

O que achou dessas ideias para estimular o consumo dos produtos naturais? Elas são necessárias para que cada vez mais pessoas consigam adotar um estilo de vida saudável e entendam os benefícios dessa alimentação. Comece já!

Benefícios da Chlorella para o organismo

Deixe um comentário