1

Existe contraindicação da Chlorella?

Se você está se perguntando se existe contraindicação da Chlorella, isso quer dizer que já descobriu os enormes benefícios dela e está considerando usá-la.

Nosso objetivo é ajudá-lo respondendo sua dúvida, por isso, montamos esse conteúdo completo sobre o assunto com pesquisas e embasamentos científicos.

O site norte-americano da Healthline Media, reconhecido como um dos melhores provedores de informações voltadas à saúde, apresenta dados a respeito desse incrível produto encontrado em lagos e rios.

Segundo pesquisas desse site, são encontrados os seguintes nutrientes na microalga:

  • proteína,
  • vitamina B12,
  • ferro,
  • vitamina C
  • antioxidantes,
  • minerais,
  • ômega-3,
  • fibra.

Alguns pesquisadores chegam a chamar a Chlorella de superalimento, em função das potencialidades que ela oferece ao organismo humano, colaborando, inclusive, na perda de peso.

Atualmente o nutriente é catalogado como suplemento alimentar e recebe o reconhecimento da Biblioteca Nacional de Medicina, órgão do Governo Federal dos Estados Unidos.

Antes de efetivamente falar sobre a possibilidade de contraindicação da Chlorella, é importante que você entenda mais sobre essa alga.

O que é a Chlorella?

Chlorella é uma microalga de cor verde e unicelular, encontrada em locais de água doce.

São mais de 30 espécies diferentes e duas delas são as que receberam a atenção dos pesquisadores:

  • Chlorella Vulgaris,
  • Chlorella Sorokiniana (co denominada Pyrenoidosa).

Essas microalgas possuem uma quantidade de clorofila dez vezes superior à encontrada em outros vegetais.

A clorofila contribui para a detoxificação do corpo, ou seja, ajuda a neutralizar os efeitos do tabaco, alcatrão e toxina do tétano.

Há alguma contraindicação da Chlorella?

Existe, sim, contraindicação da Chlorella. 

A ANVISA, Agência Nacional de Vigilância Sanitária, recomenda que o seu uso seja avaliado por profissionais em algumas situações.

Segundo o órgão, não é recomendável que essa substância seja utilizada sem a prescrição médica ou de um nutricionista por:

  • gestantes,
  • lactantes,
  • crianças de até 11 anos.

Para estar absolutamente tranquilo a esse respeito, nada melhor do que uma consulta com nutricionista, inclusive, essa é sempre a nossa indicação.

Vale lembrar que a maioria absoluta da população é beneficiada com o consumo dessa substância que, inclusive, é utilizada para a prevenção de doenças.

Quais são os benefícios que ela traz para o corpo?

Agora que você já sabe a respeito da contraindicação da Chlorella, conheça também os benefícios que ela traz para o corpo humano:

Desintoxica o organismo

Esse nutriente, quando consumido de maneira adequada, é o responsável pela remoção de metais pesados e outros compostos que prejudicam o organismo.

Esses metais são absorvidos em função da poluição ou de algumas atividades profissionais como, por exemplo, a mineração.

Melhora o sistema imunológico

A produção de anticorpos aumenta com o consumo desse superalimento, o que é fundamental para combater os invasores estranhos e aumentar a imunidade.

Inclusive, estudos vêm sendo realizados para se obter maiores detalhes sobre essa ação no organismo.

Melhora o colesterol

A redução do colesterol ruim, LDL, e triglicerídeos foi observada em pessoas com pressão alta que consumiram a Chlorella.

Os seguintes nutrientes que fazem parte da composição da microalga é que possibilitam a melhora do colesterol nas pessoas:

  • niacina,
  • fibra,
  • carotenoides.

Atua como antioxidante

Compostos como a clorofila, vitamina C, betacaroteno, licopeno e luteína fazem parte da formulação da Chlorella.

Diante disso, a ação antioxidante ajuda a combater as doenças crônicas, colaborando no tratamento de diversas doenças, como a diabetes.

Mantém a pressão arterial sob controle

A arginina, potássio, cálcio e ômega-3, nutrientes da microalga, ajudam a proteger as artérias do endurecimento, o que possibilita manter a pressão arterial sob controle.

Além disso, esse suplemento contribui na promoção da saúde cardíaca e renal, o que colabora para a estabilidade da pressão.

Melhora o nível de açúcar no sangue

A combinação do consumo de Chlorella com outras terapias melhora o nível de açúcar no sangue.

De acordo com a publicação da Healthline Media, já citada anteriormente, estudos realizados demonstram que o consumo é eficiente quando realizado por pessoas saudáveis e também por aqueles que possuem propensão e alto risco de doenças relacionadas ao estilo de vida.

O controle de açúcar no sangue aumenta a sensibilidade à insulina em pacientes com doenças hepáticas.

Ajuda no controle de doenças respiratórias

Doenças respiratórias exigem, em muitas ocasiões, o controle de inflamações.

Os antioxidantes da microalga atuam e ajudam nesse processo, melhorando o estado de pacientes com DPOC, doença pulmonar obstrutiva crônica.

Aumenta a resistência aeróbica

Por último, o nutriente aumenta a resistência aeróbica das pessoas.

A Healthline Media também afirma que pesquisadores acreditam que isso ocorra em função dos aminoácidos existentes na cadeia ramificada da Chlorella.

Como resultado, ocorre uma melhora significativa na saturação dos pulmões com oxigênio.

Além de todos esses benefícios, as possibilidades são grandes para que esse suplemento alimentar possa também atuar em outras situações, no entanto, ainda são necessárias pesquisas para a sua real comprovação.

A título de curiosidade, estimam-se as seguintes possibilidades:

  • promoção da saúde ocular,
  • apoio à saúde do fígado,
  • melhora na digestão,
  • alívio na TPM, tensão pré-menstrual.

Agora que você já tem a resposta para a contraindicação da Chlorella e conhece mais a respeito desse importante nutriente, continue em nosso blog e acesse outros posts interessantes!

Deixe um comentário