1

5 benefícios que provam que a Chlorella é o melhor superalimento verde

Você já ouviu falar dos superalimentos? Eles são ricos em substâncias, proteínas, vitaminas, minerais e aminoácidos. Existem algumas opções no mercado, mas hoje viemos contar por que a Chlorella é o melhor superalimento verde.

Se você ainda não a conhece, não sabe o que está perdendo. Ela é uma planta de algas verdes cultivada em água doce, sendo muito rica em ferro, B12, cálcio, ômega-3, antioxidantes, vitaminas e minerais. Possui bem mais proteínas que a carne, por exemplo, mas com maior facilidade de digestão. 

5 benefícios que provam que a Chlorella é o melhor superalimento verde

Esses são alguns dos motivos que fazem a Chlorella ser o melhor superalimento verde. A seguir, você encontra cinco razões que vão confirmar esse “status”: 

Desintoxicação saudável

Muitas pessoas são atraídas pela microalga pela sua promessa de desintoxicação. Nos dias de hoje, com o aumento da poluição e consumo de agrotóxicos, essa prática é muito bem-vinda. Do contrário, as toxinas acabam se acumulando e sobrecarregando o organismo – levando à aceleração do envelhecimento, dificuldade de emagrecer e surgimento de espinhas.

É fácil entender por que a Chlorella é o melhor superalimento verde para quem quer se desintoxicar. Seu alto nível de clorofila é parte essencial do processo, pois ajuda na captura e condução de materiais pesados para rins e fígados. Lá, esses órgãos se encarregam da eliminação.

O resultado já foi estudado em grandes centros de pesquisa. Estudos da Universidade de São Paulo (USP) revelam que o consumo adequado da microalga durante um mês é capaz de remover até partículas radioativas, comumente acumuladas por quem realiza tratamentos com radioterapia ou para pessoas que vivem expostas à radiação.

Potencialização da atividade física

Muitos atletas se perguntam qual é o melhor superalimento verde. Esta é uma dúvida válida, pois os suplementos podem potencializar (e muito) as atividades físicas. Felizmente, temos a resposta: a Chlorella.

Durante o treino, ela garante mais foco e menos fadiga. Isso se dá graças à alta concentração de ácidos graxos essenciais, estimulando também a produção de óxido nítrico. Assim, o suplemento aumenta a capacidade das pessoas resistirem à fadiga tanto mental quanto física.

Além disso, possui alto índice de ferro. Esse mineral é essencial para os glóbulos vermelhos, responsáveis por auxiliar na produção de energia nos músculos. Ao mesmo tempo, a microalga possui grandes quantidades da vitamina B12 – disponível na forma de CGF concentrado, o que favorece um alto desempenho atlético para o organismo.

Regeneração muscular

Outra preocupação de quem faz atividades físicas é sobre a regeneração muscular. Esse conceito refere-se ao modo como o corpo repara os danos provocados pelos treinos. É justamente nesse processo que ocorre o crescimento da musculatura.

Ou seja, sem esse processo, o músculo não consegue se desenvolver. E para dar uma ajudinha, é recomendado o consumo da Chlorella.

O melhor superalimento verde possui 20% da necessidade proteica de um adulto – isso em apenas 20g. Assim, tomar o suplemento diariamente já satisfaz as doses vitais e ajuda na regeneração muscular. 

A microalga também reduz as dores musculares que costumam acontecer após a prática de exercícios físicos. Assim, faz com que o atleta evite a dor no pós-treino.

Cicatrização dos machucados

A Chlorella também é o melhor superalimento verde na recuperação de machucados. Estudos publicados pela revista Alternative Therapies in Health and Medicine revelam que pacientes que recorreram à microalga durante o tratamento de cicatrização de feridas tiveram uma melhora mais rápida no quadro de saúde. 

No entanto, seu  uso sozinho não faz milagres. Aliada à sua ingestão, é muito importante ter hábitos mais saudáveis e uma alimentação balanceada. Esses fatores também ajudam na boa cicatrização de ferimentos.

Combate à osteoporose

Por fim, precisamos falar da atuação da Chlorella no combate à osteoporose. Só no Brasil, cerca de 10 milhões de pessoas sofrem da “doença silenciosa”, sendo que as mulheres são as mais afetadas. Isso gera uma série de impactos na sociedade, incluindo o socioeconômico. 

Um estudo conduzido pela consultoria Cornestone Research Group mostra que o custo anual mundial de hospitalização por fraturas causadas por esse problema é de R$ 19,8 bilhões; no Brasil, esse valor é de R$ 1,2 bilhão.

Nesse cenário, o melhor superalimento verde tem muito o que contribuir. A Chlorella é um alimento rico em lisina, um aminoácido essencial. O nutriente é usado na construção de massa muscular, recuperação de lesões e feridas, produção de hormônios, enzimas e anticorpos. 

E não é só isso. Ela ajuda na absorção de cálcio, evitando doenças como a osteoporose. Além disso, o consumo combinado de lisina natural com vitamina C e vitamina E se converte em um poderoso antioxidante. 

Gostou desse conteúdo? Então compartilhe com seus colegas para que eles saibam que a Chlorella é o melhor superalimento verde. E se você quiser saber mais sobre a microalga, clique aqui e mergulhe com tudo no universo desse suplemento.

Deixe um comentário