1

O crescimento do mercado de produtos orgânicos no Brasil

Cresce a preocupação dos brasileiros com a qualidade dos alimentos comprados. De acordo com uma pesquisa de mercado realizada pela Euromonitor, o país já é o 4º colocado em consumo de alimentos saudáveis no ranking global e movimenta 35 bilhões de dólares por ano. 

Essa é uma ótima oportunidade para quem quer investir no mercado de produtos orgânicos no Brasil, especialmente após o aumento do número de agrotóxicos permitidos pelo Ministério da Agricultura. Assim, as versões orgânicas dos alimentos surgem como uma opção mais saudável. 

Conheça os dados do mercado de produtos orgânicos no Brasil 

Muito se fala nos números internacionais de produtos orgânicos e naturais. Afinal, a tendência mundial é que esses mercados devem atingir um valor de US$ 191 milhões até 2023. 

Mas não é só o cenário estrangeiro que chama a atenção. De acordo com o Sebrae, o Brasil está se consolidando como um grande produtor e exportador de alimentos orgânicos. Já são mais de 15 mil propriedades certificadas e em processo de transição, sendo que 75% pertencem a agricultores familiares.

Os dados do mercado de produtos orgânicos refletem uma mudança no comportamento do consumidor. Uma pesquisa realizada pela Associação de Promoção dos Orgânicos (Organis) mostrou que 19% dos consumidores entrevistados afirmaram terem feito uso de algum produto orgânico nos últimos 30 dias. 

Ainda de acordo com a Organis, este setor cresceu cerca de 10% em 2020. Mesmo com a crise econômica causada pela Covid, as pessoas entrevistadas afirmaram que a “lei do mais barato” não é válida na hora de comprar alimentos. 

Essa é uma tendência que esses números só vão aumentar. Estima-se que pelo menos 20% dos consumidores brasileiros compram produtos de origem orgânica uma vez ao mês. Para os empreendedores, surge então a dúvida: como aproveitar o crescimento do mercado de produtos orgânicos no Brasil

Dicas para quem quer investir no mercado de produtos orgânicos no Brasil

Como vimos anteriormente, este é um mercado que não para de crescer. E essa mudança no comportamento não impacta apenas o setor de produção agrícola. 

Especialistas analisam que é só o início de uma série de mudanças em iniciativas educativas e sustentáveis, que também vai modificar as vendas. No meio de tantas transformações, os empreendedores precisam encontrar novas formas de se destacar no mercado de produtos orgânicos no Brasil

A seguir, separamos quatro dicas que podem orientar interessados em entrar neste setor. Lembre-se: se diferenciar dos concorrentes é essencial em um segmento cada vez mais competitivo.

Rastreabilidade

Não basta consumir produtos orgânicos. As pessoas querem saber da sua origem, uma vez que a preservação ambiental é um fator motivador dessas compras. 

Nesse sentido, a rastreabilidade serve para o produtor mostrar seu processo de produção e certificação para o cliente. Além de atestar a autenticidade da mercadoria, ajuda a criar um vínculo com o comprador.

Comunidades que Sustentam a Agricultura

Você já ouviu falar da sigla CSA? Ela é bem forte dentro do mercado de produtos orgânicos no Brasil. É um movimento social que promove relações saudáveis e boas práticas entre campo e cidade. 

A partir da união em comunidades, os produtores conseguem se destacar e entrar no mercado. Essa também é uma oportunidade para os profissionais terem um contato direto com o consumidor.

Superalimentos

Se você quer entrar no mercado de produtos orgânicos no Brasil com uma solução completa, precisa conhecer os superalimentos

Eles são alimentos extremamente ricos em substâncias como proteínas, vitaminas, minerais e aminoácidos. Também são melhor absorvidos pelo organismo e não precisam de nutrientes adicionais para realizar esse processo. 

É o caso, por exemplo, da Chlorella. A microalga é um superalimento que possui mais proteína do que a carne. No entanto, bastam algumas cápsulas do suplemento para que a pessoa consiga suprir sua necessidade diária. 

Plant based

Uma vez que 70% da população mundial está reduzindo ou abandonando o consumo de carne, essa é uma excelente oportunidade dentro do mercado de produtos orgânicos no Brasil

A popularização do vegetarianismo e do veganismo fez com que as pessoas procurassem alternativas saudáveis para repor nutrientes. Especialmente a Vitamina B12, que não é encontrada em alimentos vegetais. 

Nesses casos, é preciso consumir suplementos. A ingestão diária da Chlorella, por exemplo, garante as doses necessárias de vitaminas B1, B2, B5, B6 e B12. Além, é claro, de outros nutrientes essenciais ao corpo humano.

Com esse conteúdo, você já conhece as principais informações e tendências para o mercado de produtos orgânicos no Brasil. A partir do aumento da exportação e mudanças no comportamento do consumidor, esse é um setor que vai ganhar mais atenção. 

Quer saber mais? Então clique aqui e baixe um eBook gratuito sobre a venda de produtos naturais. Você vai descobrir como ter um sucesso neste ramo e como se destacar perante a concorrência!

Deixe um comentário