1

O que o corpo humano precisa para ser saudável?

Quando nos alimentamos estamos ingerindo tudo o que o corpo humano precisa para sobreviver. Mas com frequência também acabamos consumindo substâncias que a longo prazo geram prejuízos ao organismo. 

Esse erro pode vir da falta de compreensão dos nutrientes que precisamos e como eles atuam no nosso corpo. Entendendo cada uma das substâncias necessárias é possível alterar a alimentação para conseguir mais saúde e bem-estar. 

Confira o que precisamos obter na alimentação e como as escolhas que fizemos influenciam na nossa saúde!

O que o corpo humano precisa na alimentação?

O organismo possui uma forma muito peculiar de adquirir nutrientes: a alimentação. Apesar de sabermos disso, muitas pessoas ignoram o que colocam na boca e se alimentam sem realmente entender o que o corpo humano precisa. 

Basicamente, o que comemos todos os dias passa por um sistema digestivo que absorve os nutrientes necessários do alimento ingerido para a manutenção e bom funcionamento do corpo. 

Todos os nutrientes (macro e micronutrientes) são essenciais para o organismo. Cada um deles desempenha um papel fundamental para a saúde. 

Com uma dieta balanceada podemos adquirir os nutrientes necessários para o bom funcionamento das células.  

Quer entender o que o corpo humano precisa e onde encontrar os nutrientes? Confira o pequeno guia que separamos abaixo! 

Macronutrientes essenciais

Macronutrientes são os nutrientes que o corpo precisa em grandes quantidades. Eles podem ser divididos em três categorias: carboidratos, proteínas e gorduras. 

A dieta da maioria das pessoas é rica em macronutrientes, mas não do tipo mais saudável e você logo entenderá o porquê.  

Carboidratos

São os macronutrientes que o corpo humano precisa para conseguir energia, impedindo que o metabolismo queime proteínas nesse processo. 

Consumimos eles na forma de pães, farinhas, grãos, massas e outros alimentos.  

Esse grupo de macronutrientes é subdividido em carboidratos simples e complexos.

Os simples são encontrados em arroz branco, farinhas brancas, biscoitos refinados, massas refinadas e tudo que não é integral. Também os consumimos na forma de açúcares. 

Por serem moléculas pequenas e fáceis de digerir, eles fornecem energia mais rapidamente para o corpo.

Os tipos complexos são moléculas maiores que demoram mais tempo para fornecer energia ao corpo. 

Por causa disso, também oferecem maior saciedade e alteram o índice glicêmico mais lentamente. 

Eles são encontrados em diversos alimentos, como grãos integrais (massas e pães), batata doce, aipim… 

Gorduras

Algumas pessoas pensam que para ter uma dieta saudável precisam se livrar das gorduras, mas essa ideia está muito errada. 

Esses macronutrientes estão envolvidos no controle da temperatura corporal, protegem órgãos e articulações contra lesões e até ajudam na absorção de vitaminas

A diferença entre uma dieta com o que o corpo humano precisa e uma pouco saudável está no tipo de gordura ingerida.

Ela pode ser classificada como poliinsaturada, monoinsaturada e saturada. 

Os tipos poli e monoinsaturadas são benéficas e devem estar presentes na dieta em quantidades moderadas. 

Portanto, é importante consumir peixes, óleos vegetais, abacate, azeite e outros alimentos ricos nessas substâncias. 

Os tipos saturadas são as que estão presentes nas frituras e alimentos industrializados. Elas aumentam o “colesterol ruim” e prejudicam o organismo, por isso devem ser evitadas. 

Proteínas

Boa parte dos tecidos presentes no organismo é formado por proteínas. Sem elas, somos incapazes de produzir novas células, reparar células antigas ou até melhorar o funcionamento do sistema imunológico

Mas isso não significa que o que o corpo humano precisa de um excesso de proteínas. 

Quando consumidas em exagero, elas prejudicam os processos corporais e sobrecarregam o fígado e os rins.

A quantidade adequada desse macronutriente varia bastante de acordo com o estilo de vida. Quem pratica atividades físicas intensas ou com o objetivo de hipertrofia geralmente precisa de suplementação de proteínas. 

Micronutrientes

Como o próprio nome sugere, micronutrientes são aqueles que precisamos ingerir em pequenas quantidades. 

No entanto, não se engane e pense que você pode simplesmente eliminar essas substâncias da dieta. Elas são essenciais para seu organismo e devem sempre estar presentes na quantidade diária adequada. 

Vitaminas

As vitaminas são nutrientes extremamente importantes para a nossa saúde e – em sua maioria – são obtidas a partir da nossa alimentação. 

Sem as vitaminas necessárias, nosso corpo enfrenta uma série de problemas que vão desde alterações na pele, anemia, retardo no crescimento até problemas neurológicos e imunológicos.

A quantidade de vitaminas a ser ingeridas vai depender do perfil e estado nutricional de cada pessoa. 

Doentes, crianças em fase de crescimento e grávidas, normalmente, precisam de uma quantidade maior. 

Em muitos casos pode ser necessário o uso de suplementos. No entanto, é importante a prescrição de um médico ou nutricionista que vai recomendar a dose ideal para cada necessidade.

Minerais

Assim como as vitaminas, os minerais são essenciais para o bom funcionamento do nosso organismo. O ferro, por exemplo, forma as hemácias, células que transportam o oxigênio pelo corpo. Eles estão presentes em alimentos de origem animal e vegetal. 

A escolha da fonte de minerais depende do gosto de quem está se alimentando. O cálcio, por exemplo, pode ser obtido de fontes animais ou vegetais sem problemas. 

Quando não ingerimos os minerais necessários, podem ocorrer doenças por carências como: 

  • anemia (deficiência de ferro ou cobre);
  • alterações ósseas (cálcio, fósforo, flúor);
  • alterações musculares (potássio, cálcio, magnésio), entre outras.

Outros nutrientes

O que o corpo humano precisa é uma combinação de macro e micronutrientes. Eles devem vir de uma dieta equilibrada, sem exageros em nenhum grupo alimentar

Além disso, não podemos esquecer das fibras, que têm um papel fundamental para o sistema digestivo, e a água, que também é essencial para manter a dieta saudável. Ela ajuda em todos os processos, desde a digestão e absorção de nutrientes até a lubrificação dos órgãos e articulações. 

Quando existe algum desequilíbrio na alimentação é importante buscar ajuda profissional. Suplementar nutrientes sem orientação pode ser extremamente maléfico, especialmente quando a pessoa faz a escolha incorreta. 

Muitas vezes basta fazer pequenas alterações na dieta para conseguir ingerir exatamente o que o corpo precisa para ser saudável. 

Quer entender como sua alimentação pode ficar ainda mais completa com uma alga natural e rica em macro e micronutrientes? Então conheça a Chlorella Green Gem e sua composição nesse infográfico gratuito.

Infográfico - Composição da Green Gem Chlorella

Deixe um comentário