1

Chlorella: a chave mestra do sistema imunitário

A Chlorella é uma incrível fonte de benefícios para o ser humano.

Quando começou a ser estudada, na década de 50, pesquisadores do Instituto Carnegie concluíram que ela poderia ser cultivada em escala comercial para combater a fome mundial.

Com o passar do tempo, novos estudos indicaram outras qualidades da microalga. Entre elas, sua poderosa contribuição para o sistema imunitário dos seres humanos.

A capacidade do organismo de se defender de vírus, bactérias e demais invasores está ligada a diversos fatores, como alimentação e prática de exercícios físicos. 

Além da mudança de hábitos, existe outra forma de fortalecer esse sistema tão importante para o nosso bem-estar: o consumo diário da Chlorella.

A seguir, explicaremos como a microalga impacta no sistema imunitário.

Como funciona o sistema imunitário? 

Conhecido como sistema imunológico ou imunitário, é uma rede de células, tecidos e órgãos que atuam na defesa do organismo contra o ataque de invasores externos.

Quando o sistema imunitário falha, o corpo reage com doenças, infecções ou alergias.

A primeira linha de combate da imunidade é constituída por células fagocitárias, que identificam as substâncias invasoras e ingere-as.

Também podemos citar as células NK, que se assemelham aos linfócitos, matando as células contaminadas e as cancerosas.

No sistema imunitário, essas células estão na “linha de frente”, sendo as primeiras a combater substâncias estranhas.

Depois, é a vez dos anticorpos entrarem em ação, reconhecendo, neutralizando e marcando os antígenos para serem eliminados ou fagocitados pelos macrófagos.

Se a imunidade não estiver fortalecida, a pessoa pode contrair diversas enfermidades.

O sistema imunitário ajuda combatendo invasores e defendendo o corpo. Sem ele, os índices de doenças graves seriam muito maiores do que os de hoje em dia. 

Esse sistema também ajuda na “limpeza” do organismo, pois remove células mortas e outras estruturas que podem dar origem a tumores cancerígenos.

Por isso é tão importante garantir que ele esteja na sua plena capacidade, funcionando sem nenhum tipo de baixa.

O que afeta o sistema imunitário? 

Apesar de ser essencial para o organismo, o sistema imunitário sofre com as ações do próprio ser humano.

Existem diversos motivos que ocasionam na baixa imunidade e, consequentemente, no aumento de doenças. Entre eles, podemos citar distúrbios no sono.

Estudos comprovaram que noites mal dormidas, e até mesmo a privação do sono, contribuem para a diminuição da quantidade e função das células responsáveis pela nossa imunidade. 

Entretanto, esse não é o único mal que afeta o sistema imunitário.

A defesa do nosso organismo está sendo ameaçada pelo ambiente de vida do homem moderno, em especial de quem reside nas grandes cidades.

Atitudes consideradas “normais” influenciam diretamente na nossa imunidade, como a alta exposição ao gás de combustão dos carros e ônibus. 

Além disso, a má alimentação proveniente de um estilo de vida baseado no fast food acarreta na falta de nutrientes.

Logo, o funcionamento das células fica comprometido e o sistema imunitário, fragilizado. 

Outra característica do homem moderno que influencia na imunidade é o estresse.

Como já foi dito: corpo são, mente sã. Dessa forma, abalos psicológicos influenciam diretamente no modo como nosso organismo se comporta. 

É claro que todas as pessoas passam por momentos complicados durante a vida, mas o acúmulo do estresse implica em um sistema mais suscetível a doenças. 

A chave mestra do sistema imunitário 

Nos tópicos anteriores, vimos como o sistema imunitário funciona e quais são os fatores externos que impactam positiva ou negativamente.

Agora é hora de entender o que a Chlorella tem a ver com a defesa natural do organismo. 

As células macrófagas e NK são a “linha de frente”, combatendo prontamente visitantes estranhos.

O que está por trás dela é uma substância chamada Interferon, que acelera a ação dos anticorpos.

Essa proteína garante combate imediato contra substâncias invasivas, enquanto sua ausência implica na demora de uma a duas semanas até a imunidade agir.

É importante saber como o Interferon age contra doenças viróticas dentro do sistema imunitário.

A produção dessa proteína começa quando o organismo é invadido por vírus, garantindo força para que as células e tecidos possam lutar contra o agente estranho. 

Dessa forma, podemos entender que o Interferon não tem ação contra o vírus em si.

Nesse aspecto, ele se difere do soro, quimioterapia e dos antibióticos, pois estes agem diretamente sobre o agente patogênico e toxinas.

Logo, eles são eficazes apenas contra um adversário, enquanto o Interferon age na prevenção e tratamento de todas as doenças viróticas. 

Essa comparação fica mais fácil usando metáforas. O soro, por exemplo, é uma chave comum que funciona apenas em uma fechadura.

Já o Interferon é a chave mestra do sistema imunitário, pois consegue destrancar todas as portas. 

Chlorella e o sistema imunitário

Uma vez que o Interferon é tão importante para o sistema imunitário, nós precisamos garantir que a proteína não falte no organismo.

Como vimos nos tópicos anteriores, a rotina do homem moderno influencia diretamente na imunidade, por isso as pessoas precisam encontrar formas alternativas de consumo dessa proteína.

Por isso, o produto mais recomendado é a Green Gem CGF.

A ingestão diária do suplemento natural está ligada ao aumento da produção do Interferon. Consequentemente, fortalece o sistema imunitário

No entanto, é preciso tomar bastante cuidado com a procedência do produto.

Não são todos os tipos de Chlorella que são indutores de produção de Interferon.

Muitas empresas se aproveitam da popularização da microalga para produzir suplementos de segunda linha, sem o devido tratamento. 

Isso pode ter efeito contrário no sistema imunitário.

Produtos não confiáveis acabam prejudicando o organismo e devem ser evitados a todo custo.

Logo, procure fornecedores de confiança, que produzem Chlorellas da melhor qualidade, ou seja, 100% puras.

Só assim você garante a segurança e o bem-estar dos seus clientes. 

A saúde naturalista também ajuda no fortalecimento do sistema imunitário, pois usa o alimento como remédio e cura.

Clique aqui para ler a matéria completa sobre esse assunto!

Benefícios da Chlorella para o organismo

Deixe um comentário